Matérias de Imprensa
30 anos do Kadett em 21/05/2019 no Autoshowcollection

voltar à página anterior

Na última terça-feira recebemos no Auto Show Collection, um raro Kadett Placa Preta. O carro foi descoberto às 21h30 diante do público do evento, que conheceu a história de um dos carros mais representativos das décadas de 1980 e 1990, especialmente no disputado segmento dos esportivos.

Lançado em 1989, o Kadett entrou neste ano para o Hall dos clássicos e já tem algumas versões bem valorizadas por colecionadores, especialmente as esportivas como o GS e o GSi. O Kadett GS era um dos grandes concorrentes do Gol GTi e tinha como vantagem o melhor coeficiente aerodinâmico além do design. O motor era o 2,0 litros de 110cv com torque de 17,3kgfm combinado com uma relação de marchas mais curta aproveitando melhor o torque do carro. Em 1991 o Kadett ganhava injeção eletrônica o que fez a potência melhorar para 120cv e mudou de nome para GSi.

Longa procura
O carro mostrado no evento pertence ao dentista Luís Gustavo Hubert, presidente do Kadett Clube do Brasil e entusiasta da linha. Hubert conta que buscava um Kadett GS há vários anos: “já tinha visto mais de 30 modelos, inclusive este, mas o dono, de Mogi das Cruzes, desistiu de vendê-lo na ocasião” relembra. Até que na sexta-feira antes do Carnaval o antigo dono ligou de volta dizendo que havia finalmente decidido vender. Em menos de uma semana o carro já havia trocado de garagem.
“Pouco fiz no carro. Tem 73.000km originais. Apenas troquei o sensor de fluxo de combustivel, troquei as setas que eram de cristal pois já tinha as ambar novas originas guardadas, o radio era com CD player eu troquei pelo tocafitas, que já tinha guardado, arrumei a antena eletrica, pintei as rodas e encerei, mas nem cheguei a fazer polimento. Há 4 anos o antigo dono pintou o carro inteiro, pois a superfície estava gasta”, relatou Hubert.

Um dos diferenciais do carro é que se trata do primeiro Kadett placa preta certificado pelo Clube Chevrolet , homologado pela montadora, que efetuou a vistoria, aprovou e providenciou a placa preta. “Tudo isto em menos de 30 dias, preparando o carro para o Auto Show Collection”, pondera. Apesar de bem raro, o carro é excelente para um daily driver. Traz mimos como ar condicionado, direção hidráulica, bancos Recaro com regulagem de altura e implementos dignos de um esportivo. Tinha computador de bordo, check control, regulagem de altura da suspensão traseira.

O carro foi destaque da noite ao lado de dezenas de exemplares da linha Kadett, fabricados de 1989 a 1998, quando o carro abriu mais espaço para o Astra que seguiu sua estrada de sucesso nos anos seguintes. No palco o carro recebeu as placas pretas e foi exibido ao público o certificado de originalidade emitido pelo Clube do Chevrolet, entidade oficial da GM do Brasil.

 

por Marcos Camargo Jr


voltar à página anterior

voltar à página anterior